quarta-feira, 24 de junho de 2009

ACABOU...



Foi vendido o último navio da Sacor Marítima - GALP LISBOA agora TRANCARIBE.

O navio encontra-se fundeado no Porto de Lisboa com saída prevista para o final desta semana.

Assim se encerra a história de uma companhia de navegação que tinha tudo para dar certo mas que sucumbiu aos interesses de poucos em detrimento do interesse Nacional...

A mim deixa-me pena... A outros devia deixar vergonha!

Shame on You !

11 comentários:

Sailor Girl disse...

Estou perplexa!!...
Tudo o que não se deve fazer é feito!!! Tudo o que deve ser feito, não o é!! Caramba!!!

Pedro Baptista disse...

... muito triste mesmo. Há quase uma semana que quando vou para o trabalho o vejo lá parado, e adivinhei logo porque seria. No fundo, era inevitável e todos esperávamos simplesmente que não o fosse.

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

A foto do GALP LISBOA foi feita por mim ao largo de Sines há muitos anos...
Quanto à alienação da frota da SM, não há palavras, apenas posso dizer que passo a boicotar combustíveis da GALP...

Anônimo disse...

PAÍS DE MARINHEIROS???
VALHAM-NOS AS FESTAS POPULARES E AS FESTAS DO VERÃO!!!!
ISTO É UM FESTIVAL!
TRISTEZA PROFUNDA.

ncm disse...

SG, Porque é que ainda não somos um país do 3ª Mundo? Porquê?

PB, Infelizmente acertou...

LMC, Se a foto já tem muitos anos, os direitos de autor já expiraram...he...he...

Infelizmente é Verdade a SM acabou, é mais um pedaço de história e "know how" que é arrancado à Marinha Mercante Nacional que por este caminho ameaça desaparecer por completo!

Anônimo disse...

Tenho 15 anos de Sacor Maritima. Assisti a todo este processo de extinção. E muito triste. Para alguns não será tanto.

Anônimo disse...

Com 15 anos de Sacor Marítima, é com muita mágua que assisto ao final dos navios. Participei na entrega de dois. Sinto por outro lado uma grande revolta interior. Somos técnicos certificados internacionalmente. Continuamos a não defender o que é nosso. Os outros é que são bons. O futuro vai dizer se esta opção foi a mais correcta. Concordo com o colega que passou a boicotar bombas da Galp. Vamos a isto malta.

Anônimo disse...

Pois é meus amigos,assim acabou uma empresa que foi boa para muita gente incluindo para mim.
Resta nos a saudade dos bons e maus momentos,para todos os que compartilharam comigo as horas boas e más no galp lisboa aqui fica um abraço de saudade.
Morganho

Anônimo disse...

Andei cerca de 33 anos na Sacor Maritima, no mar.
A empresa engrandeceu-se e detinha
o melhor conhecimento em navios LPG
em Portugal.
Como a Marinha mercante e Empresas afins definharam ou desapareceram aqui fica o nosso realismo industrial.
Viva o dinheiro de Bruxelas que o Sr.Cavaco Silva e amigos derreteu
em estradas.Era dinheiro a mais.
Não temos agricultura, industria,marinha mercante etc...
Viva os cadeiristas pensantes...
Têm o rabo preso à cadeira.
Ao tacho...
A revolução aproxima-se ...
Porque é inevitável ...
Fazer justiça ... real

Anônimo disse...

A empresa acabou, e os trabalhadores foram "convidados" a sair, com uma mão à frente e outra atrás... Engraçado, desta situação ninguém fala... E mais engraçado ainda, é ler notícias como as que saem na revista Exame, a exaltarem a Sacor Marítima como uma das melhores empresas... Até daria para rir, se o caso não fosse tão grave... Porque convenhamos: tratar assim os trabalhadores que tanto fizeram por essa empresa, é tudo menos ético... É uma vergonha... Os "grandes" continuam a encher os bolsos à custa dos "pequenos", que por serem tão "pequenos", não falam com medo de represálias.

Anônimo disse...

Grande Morganho, um abraço para si e para todos os que passaram grandes e maus momentos no mar, pricipalmente na SM. Conseguiram acabar com grande fonte de recursos especializados e com provas dadas internacionalmente (caso do Galp Faro mais recentemente). Foi facil acabar com a SM, primeiro a não renovação de frota e depois justificar com custos de manutenção avultados e mais e mais....é o país de marinheiros que temos.
Abaraço a tos os Sacorianos.

Paulo Santos (JUJU para os amigos)