segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Air Clearance

A Ponte 25 de Abril pode ser atravessada (pelo rio) por três percursos diferentes: entre a margem norte e o pilar norte, entre os pilares norte e sul e entre a margem sul e o pilar sul. Entre os pilares norte e sul considera-se a distância entre o tabuleiro inferior e o nível médio das águas do mar igual ou superior a 70m, já entre o pilar norte e a margem norte os valores são inferiores aos referidos 70m. O navio apresentado na foto - Independence of the Seas -possui um "air draft" de cerca de 64m que o aproxima do limite admissível para uma passagem segura entre a margem norte e o pilar norte.

3 comentários:

Anônimo disse...

seja bem aparecido
cps

barconauta disse...

Eu vi-o sair numas das ultimas vezes que ca esteve pelo pilar norte.Sinceramente prefiro essas saidas pois ficam pertinho o que me permite obter melhores fotos. As da saida Sul sao sempre más...Como posso saber qual a saída que vão utilizar? Se soubesse isso cpnseguia posicionar-me melhor para obter melhores fotos. Consegue-me dizer como saber essa informação? Era bom por exemplo saber por que lado sairá hoje o MSC Fantasia, para obter boas fotos dele. Já agora será que os amigos do Tejo sabem que hoje está cá o Fantasia? O maior navio mandado construir por um armador Europeu e que esta é uma escala pré-inaugural do mesmo navio? Será que esses "Amigos"sabem disso??

ncm disse...

As manobras de atracação ou largada dos navios de cruzeiro dependem de vários factores que são levados em conta pelo Comandante devidamente aconselhado pelo Piloto, nomeadamente o local de atracação, o bordo de atracação, a direcção e intensidade da corrente e do vento, a visibilidade e as caracteristicas do navio em termos de dimensões e capacidade de manobra, pelo que não existe forma de saber antecipadamente com certeza qual o precurso que irá ser seguido. Mas pode tentar adivinhar...