terça-feira, 18 de março de 2008

NT "GALP MARINE"



10 comentários:

Anônimo disse...

Pois é pá, aki em Sines é a mesma coisa, o bowthruster só serve para fazer cócegas à água e depois de estar encostado o tempo que leva a amarrar!

abraço

vgama praia

Anônimo disse...

Os pobres também navegam!

ncm disse...

Todos têm o direito de navegar, mas de um navio com cerca de dois anos, transportador de produtos petrolíferos e a operar num tráfego onde a eficiência e operacionalidade são fundamentais seria de esperar mais...muito mais!

Anônimo disse...

O navio não é de construção chinesa e o armador não é holandês?? Acho que de nacional só tem o nome e, segundo sei, a tripulação...

Anônimo disse...

Por amor á arte de manobrar...
Este navio é como uma bicicleta...
O Hélice de proa está a mais, não precisa dele, para manobrar rápido e com toda a segurança.
Onde estão os grandes PILOTS?????

ncm disse...

Este post tem sido alvo de alguns comentários - O que é bom, Todos anónimos - como é da praxe, Alguns idiotas - que lá tenho de recusar a publicação...

Claro que manobrar este navio não é nenhuma façanha gloriosa nem constitui nenhum desafio para um Piloto ou para os Comandantes que o tripulam, pelo que a questão da maior ou menor perícia de cada profissional não é para aqui chamada.

Todos os intervenientes nas operações comerciais de um navio teêm por obrigação contribuir para que as mesmas sejam efectuadas com o maior nível de segurança possível dentro do menor espaço de tempo possível.

Quando refiro a sua falta de manobrabilidade tenho presente a comparação com navios de dimensões, idade e equipamento semelhantes que raramente apresentam problemas, cujo equipamento que possuem é eficaz, que não demoram uma hora a passar cabos e a finalizar a amarração porque os guinchos só viram um cabo de cada vez e devagarinho, e cujas manobras duram em média metade do tempo que duram as manobras deste navio.

Posso referir que este navio já efectuou manobras com o auxílio de dois rebocadores, o que é no mínimo ridículo...

Anônimo disse...

Caro companheiro, quando afirma que é ridículo manobrar este navio com dois rebocadores, está a dar-me razão, pois este navio não precisa de hélice de proa, está a mais e por isso além de não afectar a segurança do mesmo a manobrar(com profissionais!!!), É COMO UMA BICICLETA.
Também tem razão quando compara este com outros com os mesmos meios, neste o efeito do hélice de proa só se faz sentir com o navio praticamente parado.
Obrigado por não barrar o acesso ao seu blog, porque a minha ideia é contribuir com crítica ou narração positivas e, desde já expresso aqui os meus parabéns pelo mesmo e pela sua persistência em valorizá-lo com temas que são sempre úteis para quem o visitar.
Cumprimentos.

P.S.-Peço desculpa pelo facto de assinar anónimo, mas assim sinto-me mais livre e deixo a liberdade ao autor de me barrar se assim achar conveniente.

ncm disse...

Todos são bem vindos desde que contribuam de forma educada.

Obrigado a todos pelo interesse demonstrado.

JAMA disse...

Referir que todos são bem vindos desde que contribuam de forma educada, e simultaneamente apelidar de "idiotas" alguns a quem recusou a publicação de comentários, não deixa de transparecer uma atitude … no mínimo curiosa!...
Presumo que este espaço, tal como todos os outros blogues, pretendem promover a discussão de ideias, por mais … “idiotas” que pareçam ao autor deste espaço (parto do pressuposto óbvio que esses comentários “idiotas” não eram ofensivos, porque de outra forma os seus autores não seriam somente “idiotas”!...).

ncm disse...

Infelizmente nem tudo o que é óbvio corresponde à realidade...