sábado, 18 de agosto de 2007

QE2 - O Mais Bonito Navio do Mundo


Tive recentemente a oportunidade de pilotar o QE2 que considero ser o mais bonito navio do mundo. Infelizmente em termos de manobra não se pode dizer que é um navio muito interessante pois é muito "pesado" e "lento" a responder comportando-se mais como um navio-tanque do que como um navio de passageiros, o que obriga à utilização de três rebocadores para atracar e para largar. No entanto, para um navio com Quarenta anos de travessias do Atlântico Norte não está nada mal...



6 comentários:

Anônimo disse...

Caro colega, compreendo perfeitamente a sua opinião sobre a manobra deste navio,uma vez que só o manobrou em Lisboa, porto que tem todas as condições para utilizar os reboques "da praxe". Permita-se com o maximo respeito discordar sobre a parte de comportamento muito "pesado" tipo petroleiro. Neste porto convenciomou-se utilizar 3 reboques, mas para quem o manobrou mais de uma vintena de vezes sem reboques, por vezes..., em condições de muito mau tempo, só com "ciência e arte" e ainda com espectadores terrestres a aplaudirem ..., a manobra do mesmo sempre me pareceu rápida, poderosa e, ao mesmo tempo "segura" e "serena".
É um navio que nunca nada falhou em manobra...por este facto, sem exibições e "como anónimo" quero deixar aqui o meu testemunho e apreço por todos aqueles, armador, tripulação e os vários comandantes do mesmo que para isso contribuiram, é claro, não esquecendo os vários Pilotos de Barra que tiveram a honra de o manobrarem, no qual o colega está óbviamente incluido.
Há!!! concordo em absoluto que neste momento comparado com as novas construções que aparecem, o QE 2 é sem dúvida o Paquete mais bonito do mundo.

ncm disse...

Caro colega, curiosamente tive a oportunidade de pilotar ontem este navio. Utilizei três rebocadores pois assim foi pedido pela agência segundo indicação do Comandante, no entanto a manobra que efectuei - atracar por BB no TPA com a maré a vazar - realizava-se fácilmente sem o auxílio de rebocadores...

Como sabe certamente o assunto "rebocadores" ainda é uma assunto sensível no Porto de Lisboa - por exemplo hoje de manhã atraquei o navio de passageiros MAXIM GORKIY por BB no TPA sem rebocador e quando lá voltei para largar tinha um rebocador ASD de 40T para auxiliar a manobra que no meu entender era de menor complexidade, no entanto o Comandante entendeu pedir o rebocador - apesar de confiar inteiramente a manobra ao Piloto à semelhança do que tinha feito durante a atracação.

Voltando ao QE2, na minha modesta opinião, continuo a achar o navio pesado pois efectua as manobras de rotação com muita lentidão para um navio com dois hélices e propulsor de proa.

Esteja certo que compreendo que com ciência e arte é possivel realizar manobras bonitas e seguras desde que todos os intervenientes sejam honestos e conhecedores dos seus limites - os meus vão-se alargando à medida que vou ganhando experiência...

Obrigado pelo comentário.

JP disse...

Luislopes_18_@hotmail.com, gostava que me esclarece-se em algumas duvidas em relação ao curso de pilotagem se fosse possivel.

cumprimentos

ncm disse...

Caro Luis Lopes,

Coloque as questões que entender.

Cumprimentos,

Anônimo disse...

é sem duvida ajoia da coroa....

desde miudo que vejo esse navio, e sempre o "venerei" é uma pena que agora pare de navegar.
apesar de ter dois helices, os mesmos estao muito junsto se é que me faço entender, dificultanto assim um pouco as manobras.
....

abraço

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e